Cazuza, um idiota morto.


Jamais seremos repreendidos nessa época de liberdade estóica, onde Mussum tragava estopa e Jeremias absorto em mora.


Foto: Ponte Estaiada na Marginal do rio Pinheiros em São Paulo

Texto abaixo encontrado na minha caixa de spam. Providência Divina? Texto cima viagem minha.

É provavelmente o grito mais desesperado de uma alma cansada de ser estuprada pela sua realidade.

Segue na íntegra:

ATÉ Q ENFIM ALGUÉM SENSATO EM FALAR O QUE TODOS SABIAM...

Esse cidadão dizia "todos os meus heróis morreram de overdose". E era aplaudido.
 
É .... DEVIAM COLOCAR o txt abaixo NUM OUTDOOR LÁ NA PRAÇA CAZUZA, NO LEBLON...
Psicóloga x Cazuza!

Esta mensagem precisa ser retransmitida para todas as FAMÍLIAS!

Uma psicóloga que escreveu, corajosamente algumas verdades.

Uma psicóloga que assistiu ao filme escreveu o seguinte texto:

'Fui ver o filme Cazuza há alguns dias e me deparei com uma coisa estarrecedora.. As pessoas estão cultivando ídolos errados..
Como podemos cultivar um ídolo como Cazuza?

Concordo que suas letras são muito tocantes, mas reverenciar um marginal como ele, é, no mínimo, inadmissível.

Marginal, sim, pois Cazuza foi uma pessoa que viveu à margem da sociedade, pelo menos uma sociedade que tentamos construir (ao menos eu) com conceitos de certo e errado.             

No filme, vi um rapaz mimado, filhinho de papai que nunca precisou trabalhar para conseguir nada, já tinha tudo nas mãos. A mãe vivia para satisfazer as suas vontades e loucuras. O pai preferiu se afastar das suas responsabilidades e deixou a vida correr solta.

São esses pais que devemos ter como exemplo?

Cazuza só começou a gravar porque o pai era diretor de uma grande gravadora..

Existem vários talentos que não são revelados por falta de oportunidade ou por não terem algum conhecido importante.

Cazuza era um traficante, como sua mãe revela no livro, admitiu que ele trouxe drogas da Inglaterra, um verdadeiro criminoso. Concordo com o juiz Siro Darlan quando ele diz que a única diferença entre Cazuza e Fernandinho Beira-Mar é que um nasceu na zona sul e outro não..

Fiquei horrorizada com o culto que fizeram a esse rapaz, principalmente por minha filha adolescente ter visto o filme. Precisei conversar muito para que ela não começasse a pensar que usar drogas, participar de bacanais, beber até cair e outras coisas, fossem certas, já que foi isso que o filme mostrou.

Por que não são feitos filmes de pessoas realmente importantes que tenham algo de bom para essa juventude já tão transviada? Será que ser correto não dá Ibope, não rende bilheteria?

Como ensina o comercial da Fiat, precisamos rever nossos conceitos, só assim teremos um mundo melhor..

Devo lembrar aos pais que a morte de Cazuza foi consequência da educação errônea a que foi submetido. Será que Cazuza teria morrido do mesmo jeito se tivesse tido pais que dissesem NÃO quando necessário?

Lembrem-se, dizer NÃO é a prova mais difícil de amor .

Não deixem seus filhos à revelia para que não precisem se arrepender mais tarde. A principal função dos pais é educar.. Não se preocupem em ser 'amigo' de seus filhos.               

Eduque-os e mais tarde eles verão que você foi à pessoa que mais os amou e foi, é, e sempre será, o seu melhor amigo, pois amigo não diz SIM sempre.'


Karla Christine
Psicóloga Clínica

Ponto de vista, digamos, diferente, não?

13 comentários:

Desmanche de Celebridades disse...

Cazuza era um idiota mesmo. Um pequeno burgues mimadinho de merda. Aquela cena do filme em que ameaça tocar fogo num galão de gasolina caso a mãe não lhe desse um abraço mostra o quanto ele era um pé no saco. Um muleque insatisfeito e infeliz.
Era um genio como compositor, mas sua chatice como pessoa era muuuito maior do que o seu talento musical.

Luciano Fernandes disse...

Gostei muito do Texto. parabéns.

Fernanda Magalhães disse...

"não creia em tudo que ouve, porque quem crê em tudo que ouve, julga o que não vê".


"Independente das opções pessoais dele, é incontestável a contribuição do
Cazuza pra cultura brasileira.. não é atoa que até hoje as músicas dele
são gravadas, regravadas, são feitas versões, são fundo de homenagens e tudo
mais.. Inclusive, talvez essa qualidade venha justamente dessa opção 'marginal' de
vida que ele tenha tomado.. Vai ver é a enoorme experiência de vida que ele
teve, que deu embasamento pra ele escrever... Não vejo atitudes incentivadoras às drogas, orgias ou qualquer coisa do tipo no filme. Afinal, ele não viveu mil anos, não foi herói. Ninguém admira
ele por ser uma pessoa, um cidadão exemplar. Ele sofreu diversos problemas
pelas opções, sofreu na pele as conseqüências. Morreu cedo, de forma
sofrida, talvez até humilhante... Idiota, pra mim, é quem pensa que todo mundo tem que ser igual, todos andando na linha, fazendo as coisas certas, nas horas certas.. Imagina se o
mundo inteiro fosse como eu ou vocês? Se ninguém ousasse... Se fossemos
todos iguais o mundo pararia, todas as inovações não existiriam, pq nós,
certinhos, temos medo de arriscar..

Talvez vocês não gostem, mas meus heróis tbm morreram de overdose! (E nem
por isso eu penso em repetir o feito)"

Vocês acham que só os ídolos do Cazuza morreram de overdose? Os falsos ídolos idolatrados por esta sociedade em que vivemos matam, utilizam todo o lado obscuro da alma humana, porém, como fazem tudo escondido, são venerados e idolatrados como exemplos ilibados a serem cegamente seguidos.
Aqueles que vcs consideram como os bons moços, os exemplos, estão entupindo o nariz de cocaína em algum apartamento de alto luxo. Vcs assistem todos os dias os diversos Fábios Assunções desfilarem sua beleza fútil na telinha e os idolatram como exemplos de bons moços.
Chega de inveja preconceituosa.
Chega de julgamentos falsos.
Chega de condenações hipócritas.

Que cada um possa viver a sua vida da maneira que lhe convém.
Ninguém deve seguir exemplos, deve apenas seguir aquilo que se senti feliz

O TALENTO DO CAZUZA É INEGÁVEL E, QUEIRAM OS CRÍTICOS PRECONCEITUOSOS OU NÃO, ESTÁ IMORTALIZADO E SERÁ ETERNO. ]


P:S; Li isso em algum lugar e por concordar, acho que cabe aqui:P

Luciana disse...

Bem, ninguém pode negar os desvios do Cazuza, assim como de outros inúmeros ícones da cultura (brasileira ou não). Só que também não podemos negar o quanto ele rompe com as ideias certinhas da sua época, em como ele foi ousado e cantou ótimas músicas. São fatos, não dá para negar.

O que acho ridículo é algumas pessoas sairem por aí criticando "cultos da mídia" em exaltar "criminosos". As pessoas não sabem que exemplos seguir?

Ok, os "marginais" estão na moda como exemplos a se seguir, mas isso é uma construção da própria sociedade e não é de hoje. Jurandir Freire Costa fala bem desse ícone marginal que é seguido hoje.

Enfim, cada um com sua opinião.

Ah, outra coisa que acho ridícula é o status que as pessoas dão às palavras de outras. Por que a profissão "psicóloga" foi exaltada no email? Ela não falou NADA de psicologia aí... Foi só a opinião de uma mãe indignada por que sua filha quie seguir o exemplo do Cazuza.

Sim, isso foi um desabafo kkkk

Beijo!

Bianca disse...

Bom, concordo em gênero e número com o texto que a Fernanda colocou.Cazuza era um drogado e ponto.Ele assumia isso. Nunca tentou esconder.Não vi o filme, deixo bem claro.Mas não acredito que ele tenha sido feito pra induzir os adolescentes de hoje a usarem drogas.Pelo contrário, se quisessem incentivar o uso de drogas, colocariam apenas as vantagens do uso (se é que existe alguma).E não foi o que aconteceu.O filme mostra o lado mimado, egoísta e violento de Cazuza.O que me faz concluir que o filmes é apenas algo biográfico.Com todos os detalhes que alguém que se julgue fã tem que conhecer.
Enfim, acho que a culpa talvez tenha sido da mídia que exaltou o Cazuza, e não o cantor apenas.
De qualquer forma,ele era um excelente compositor, um drogado, um homossexual,mimado e de família rica.Devemos lembrar dele por sua contribuição musical ou por ser um marginal(palavra meio forte pra um usuario de droga)?

Jezebel disse...

eu nunca nem gostei das música, nem vi o filme, meu cereal perdeu totalmente a integridade molecular enquanto eu lia o texto - digo eu gostei, acho super errado essa de ficar endeusando Kurt Cobain e pessoas burras, a que ponto chega a manipulação da midia né?!

Marcelo Mayer disse...

sempre disse isso. cazuza, renato russo... dois fdp e malas, babacas, chatos, escrotos. e na boa. quem disse que eram poetas devia ser internados. enquanto cazuza e renato russo sao tido como deuses, lobao e outros marginais dessa geracao sao esquecidos. como por exemplo sergio sampaio, luiz melodia e etc...
foda-se cazuza. ah! na mesma linha de pensamento digo o mesmo de jim morrison. outro babaca visto como deus.

John Rômulo disse...

Estou completamente apaixonado por este texto!

Mas é incrivel como realmente cultivamos o lado errado das pessoas,criamos herois que nada tem heroico em suas vidas!
O pior eh que esses tipos de texto não caem na grande midia! pode-se criticar até Jesus Cristo,mas não Cazuza...
Enfim.Eu gosto de ouvir as músicas dele.Me identifico com algumas letras realmente,mas nem de longde me da vontade de seguir seu exemplo de vida!


Seu blog é muito show ! adorei aqui! voltarei sempre ^^

Desmanche de Celebridades disse...

Hipocrisia? Palavra perfeita para definir quem foi Cazuza. Falso comunista, falso rebelde, falso, revolucionário, falso amante.

Nem de longe sua vida foi uma ousadia. Tem um monte de playboys parasitas e de famílias ricas que levam a mesma vida que ele levou. Os pobres não, os pobres não podem.

A unica experiencia de vida que o Cazuza teve foi a experiencia proporcionada pelas pessoas que aceitaram ser infelizes para que ele vivesse feliz. Ja mais rejeitou o conforto e a mordomia da elite hipocrita da qual fazia parte e criticava.

E é obvio que as pessoas que criticam o Cazuza, criticam também os falsos bons moços. É evidente. Vá pra casa do caralho o Fabio Assunçao.

Drogado? Problema dele.
Homossexual e insaciavel? Problema dele.
Mas esses eram os problemas que geravam os conflitos existenciais do Cazuza? Conheço um monte de artistas que eram ou são pessoas legais com esses dois "problemas". Cazuza certamente não é um deles.
Não gostava do seu meio social? que saisse dele sem antes utiliza-lo para ter sucesso ou para viver com mordomia. Parecia os meus alunos do ensino medio que sabem falar o que é preconceito numa prova mas saem da sala e vão comprar um Nike Shoks.

A sociedade daquele tempo era mais moralista, mas mesmo assim não me lembro das pessoas questionando ele tanto assim. Quem parecia querer se justificar por seus atos o tempo todo era ele mesmo.

Compositor? Excelente.
Músico? Qualificado.
Tudo isso na minha opinião, é claro.
Mas acima de tudo, era uma pessoa truculenta, egoista, e fria. Para ser livre, ele destruia a liberdade dos outros.

Alguem que nunca fez nada de concreto para interferir em parte dos problemas que criticava, mesmo tendo condições plenas para isso. Era mais facil viver como playboy, e justificar chamando os outros de caretas....os caretas que proporcionaram a ele esse estilo de vida.

Ninguem aqui quer criticar o Cazuza por ele ser bebado, drogado, homossexual, libertino. Longe de mim esse moralismo cristão. Apesar de que, não quero ser nenhuma das coisas que acabo de citar, e nem por isso sou moralista. Não mereço ser chamado de hipocrita ou preconceituoso por isso, é o meu conceito de vida. O que critico, é o fato do Cazuza nunca ter conseguido manter esse tipo de vida por sua propria conta e risco, mas sim valendo-se do uso dos "caretas", do seu dinheiro, do seu estilo de vida, de acordo com sua propria conveniencia. Assim é facil viver dessa forma.

Engraçado né? As mulheres defendem e os homens criticam. Por que será né? Não, não é pq o Cazuza era homossexual/bissexual.

EOJ disse...

Quando postei esse texto, tinha plena convicção do seu grau de polêmica. Mas não tinha idéia da diversidade de opiniões que ele geraria.
Simplesmente fantásticas as existências expressadas aqui! Poderia gerar um post somente com as opiniões de vocês!
Esse é o tipo de coisa que me deixa feliz! Pessoas completas e transparentes, cheias de sentimento e pensamentos complexos!
O vazio nem passa perto de lugares assim.

Thanks a lot!

PS: me divirto aqui e nos blogs de cada um de vcs!

Bianca disse...

Olá EOJ...

Garanto q eu tbm fiquei surpreendida por poder expor minha opinião, assim de forma tão aberta, eu escrevi o comentário mas fiquei preparada pra ouvir merda por "defender um fdp, babaca, chato e escroto".

O título do post foi o que me fez comentar.Achei meio duro demais.

Mas seu blog esta de parabéns!Continue colocando posts polêmicos...hahahahaha....sempre voltarei.

Beijos

Marcelo S. Paula disse...

Antes de criticar a atitude de um viciado em drogas ou bebidas é importante saber de onde nasceu essa sociedade doente!

Essa pseudo-psicóloga só mostra um lado da estória.

O grande problema da sociedade é o SISTEMA. Um sistema que já vem sujo desde as épocas medievais. Somos filhos de um mundo onde a IGREJA mandava mais que os reis. A religião usa do MEDO e da falta de informação do povo para virar dona de suas opiniões.

Como um povo ainda ignorante, coagidos pelo MEDO DA MORTE nas pregações de pastores safados, pode subjulgar um artista do nível e complexidade do Cazuza, Renato Russo e outros "artístas viciados" ????

Vocês acham que seus filhos deixarão de usar drogas ou beber só por conta de uma boa criação?

Acham que basta mostrar o que é errado para se evitar o erro? Acordem! O ser humano é o bicho mais curioso que existe, sempre quer experimentar as coisas ruins como alcool e drogas, cigarro e outras merdas!

O mundo que sonhamos viver não passa de um sonho! A grande realidade é que todos, absolutamente todos estão sujeitos a todo tipo de riscos. Ninguém precisa de modelos de fracasso ou de sucesso, se fosse assim, todos seguiriam o modelo de sucesso! Ninguém ia querer morrer de AIDS ou virar dependente químico. Mas como se diz: "A curiosidade matou o gato". Então, não foi só o CAZUZA que usou drogas e pegou AIDS.

Procurem ter uma visão política e menos trágica sobre a sociedade, ai notarão que a sociedade assiste uma briga de "homens eleitos", homens que não fazem nada além de manipular PESSOAS MAL INFORMADAS. Cadê a cura para a AIDS? Onde está o dinheiro da Saúde para recuperar os viciados?

Esses garotos de hoje, só sabem fazer cara de tonto e esticar o cabelo! Não sabem nada de história, só sabem pedir dinheiro ao papai e mamãe!

Uma pessoa de 18 anos de hoje não tem coragem de pintar a cara e sair nas ruas! Sabem porque? PORQUE NÃO SÃO FROUXOS! SÃO IDIOTAS PERFEITOS CRIADOS PELOS PAIS COVARDES QUE SÓ SABEM JOGAR PEDRA AO TELHADO DOS OUTROS!

Dedico este texto em memória de todos os mortos em filas de hospital, aos que tentaram lutar por um lugar melhor e foram mortos pelo GOVERNO MILITAR época da opressão, à todos os que morrem de câncer pelo uso do CIGARRO (grande gerador de empregos e impostos), aos bebados caídos pelas ruas abandonados pela família e aos analfabetos políticos que ainda nem nasceram!

cc7330f8-3dd1-11e0-bc74-000bcdcb471e disse...

Errar é humano, mas encorajar o erro e dizer que "Não quero servir de exemplo pra ninguém" é coisa de idiota. Cazuza era um drogado, homsexual que morreu de AIDS. Tenho muita pena dele e dos que seguem seu caminho. Mas a verdade é a verdade. Porque ele morreu a verdade não muda e a psicóloga foi muito corajosa em colocar a mão nessa colméia do "politically correct"!

Postar um comentário

Expresse sua existência!