POVO VENCIDO, JAMAIS ESTEVE UNIDO - PARTE II





Viiiiixe Google Earths...........

É um pássaro?
É um avião?
É um microship?

Não! É a competência de um povo ordeiro, civilizado, progressista, e trabalhador.
De um povo que faz plebiscitos até para decidir se a árvore da esquina da rua será cortada.

Ordeiro por que a ordem social é buscada pela maioria, e não imposta por uma minoria dominante que se aproveita da situação para lhe contrariar.
Civilizado por que fez uso do seu passado para aprender com seus próprios erros, e não para ficar culpando os outros pelo resto da vida, ou simplesmente para chegar à conclusão de que o seu ”jeitinho” é um valor imutável.
Progressista por que o progresso social é buscado dentro de valores minimamente sustentáveis, e não através do signo do estupro que invade, estraçalha, e depois joga tudo fora quando não lhe é mais conveniente.
Trabalhador por que se esforça para manter o bom funcionamento das instituições, dos serviços públicos, e das normas legislativas que servem ao indivíduo, e não por que tenta conseguir tudo através da lei do menor esforço, ou por que busca apenas a sua satisfação pessoal por quaisquer que sejam os meios.

Percebam na tomada aerea dessa universidade da Suécia, que os carros ficam em estacionamentos bem organizados e distantes dos prédios (e não espalhados por todo o campus e pelos barrancos a cada meio metro quadrado), o que facilita a convivencia no espaço público, e o fluxo dos transeuntes pela universidade.
Percebam a interligação organizada e sistemática das ruas, que liga todos os pontos da universidade entre si.
Percebam a quantidade de áreas verdes e arborizadas, que chega a ser maior ou igual ao volume de área construida.
Percebam o fluxo tranquilo de carros pelas vias públicas, que não estão abarrotadas de veiculos de famílias de classe média onde cada membro da familia tem o seu próprio carro, enquanto os pobres andam de busão lotado.  

Um povo legalista, republicano, e normativo. Que acredita nesses valores como pilares para se alcançar o verdadeiro respeito mutuo. Algo que muitos preferem chamar de frieza.
Um povo que te diz: passa na minha casa das 2hrs. às 5hrs., apenas por que não quer ser falso, hipócrita e mentiroso, a ponto de te chamar de inconveniente pelas costas quando você demora demais para ir embora.

Acorda Brasileiro!
E acordem todos os outros povos que são como você. Dentre estes, o Americano.
Chega de dizer que o mundo é uma bosta e que o ser humano não presta.
É você que não presta.
É você que vê o espaço público como terra de ninguém.
É você que faz das instituições e do Estado Nacional uma inércia parasitária.
É você que condena a corrupção e a mentira dos outros, mas cria uma justificativa para a sua própria corrupção ou para mentir para os outros.
É você que resignado povo-público, assiste indignado aos absurdos esperando pela hora da novela.
É você que promove projetos sociais de fachada, financiados por companhias multinacionais impiedosas.
É você que passa longe da realidade do Câncer da periferia.
É você que fala dos seus grandes artistas, tentando separar a sua talentosa obra da sua vida pregressa, traidora, e hipócrita, por que quase sempre esse hiato se faz presente.
É você que ainda vive na ordem escravocrata, na lama dos resquícios coloniais, na instituição do “Você sabe com quem está falando”, nas amarras do “jeitinho” e na idéia de que “mundo é dos espertos”.
É você que faz dos relacionamentos pessoais uma forma de se dar melhor do que os outros.
É você que ainda cultiva o estamento, que busca o status a qualquer preço, para ser Senhor e para poder estar acima das regras, e assim tratar a todos como se fossem escravos.

E se você se considera uma exceção a tudo isso, ótimo! Ainda temos salvação.

2 comentários:

Desmanche de Celebridades disse...

Olá,
Que surpresa!
Obrigado por divulgar o meu trabalho amigo.
Abraços.

Fernanda Magalhães disse...

E será que alguêm quer salvação?

Tbém adorei este texto quando li la mesmo no desmanche de celebridades.

:****

Postar um comentário

Expresse sua existência!